JASON BOURNE

JASON BOURNE

JULIETA

JULIETA

sexta-feira, 1 de novembro de 2013

ESTREIAS DESSA SEXTA-FEIRA, DIA 01 DE NOVEMBRO DE 2013

Nesse fim de semana chegam mais três filmes nas salas de cinema no Brasil. Vamos começar pelo tão esperado THOR 2: O MUNDO SOMBRIO, a sequência da história do herói, logo após os acontecimentos no filme "OS Vingadores".

Em seguida temos o drama O MORDOMO DA CASA BRANCA que conta a história de Cecil Gaines que serviu oito presidentes americanos e suas famílias atravessando por anos a história americana.

O terror UMA NOITE DE CRIME tem uma nova versão de terror, a selvageria humana sem nenhuma influência do sobrenatural.



THOR 2: UM MUNDO SOMBRIO



Sinopse: Thor (Chris Hemsworth), o Poderoso Vingador, luta para salvar a Terra e os Nove Reinos de um inimigo sombrio, mas uma antiga raça liderada pelo vingativo Malekith (Christopher Eccleston) retorna para levar o universo de volta às trevas. Enfrentando um inimigo que nem mesmo Odin (Anthony Hopkins) e Asgard são capazes de derrotar, Thor embarcará em sua jornada mais perigosa e pessoal que o reunirá a Jane Foster (Natalie Portman) e o forçará a sacrificar tudo para salvar a humanidade.

Crítica:  A continuação da história de THOR, segue depois dos acontecimentos em Nova York no filme Os Vingadores. O filme é bem interessante e mostra um Thor mais maduro e preparado para lidar com as situações. Os personagens desenvolveram suas histórias mesmo aqueles que aparentemente continuam do mesmo jeito. Um ponto positivo do filme é a competência de Chris Hemsworth e Tom Hiddleton em construir Thor e Loki com sua dúbia e complicada relação fraternal. Os dois atores completam o trabalho um do outro deixando uma atuação harmônica entre esses irmãos.

Natalie Portman também está bem e dessa vez vai conhecer Asgard e a família do namorado, pena que não à passeio e sim em uma situação limite de perigo. O Elenco espetacular proporciona ao público visualizar seus heróis e vilões do mundo Marvel. 

O filme tem uma estética muito bonita com a combinação da arte conceitual, o contemporâneo visualizado na Terra e o rústico quando vemos os outros reinos. A Fotografia de Kramer Morgentau valorizou a história contada com um belo visual. 

O que mais importa para os fãs de Thor que o filme cumpre com sua missão de entretenimento. É bom saber que assim que o filme acabar, não saia da sala. Ainda tem duas cenas extras que são prelúdios para os próximos filmes: Os Vingadores 2 e Thor 3. 



Ficha Técnica:
Título Original: Thor 2: The Dark World 
Título no Brasil: Thor 2 : Um Mundo Sombrio
Direção: Alan Taylor
Roteiro: Christopher Markus, Christopher Yost, Stephen McFeely
Origem da História: Baseado em história de Don Payne e nos quadrinhos de Stan Lee, Larry Lieber e Jack Kirby

Elenco: Chris Hemsworth, Natalie Portman, Anthony Hopkins, Rene Russo, Tom Hiddleton, Stellan Skarsgard, Christopher Eccleston, Kat Dennings, Jaimie Alexander, Idris Elba, Tadanobu Asano, Richard Brake, Adewale Akinnuoye Agbaje, Andrew Crayford, Jonathan Howard, Julian Seager, James Michael Rankin, Richard Whiten, Zachary Levi, David Stay, Clive Russell, Ray Stevenson, Russell Balogh. 
  
Produção: Kenneth Branagh e Kevin Feige.
Fotografia: Kramer Morgenthau
Montador: Conrad Buff IV e Malcolm Jamieson
Trilha Sonora: Brian Tyler
Gênero: Ação
Ano: 2013
País: Estados Unidos
Cor: Colorido
Distribuidora: Disney
Estúdio: Marvel Studios



TRAILER LEGENDADO
video


O MORDOMO DA CASA BRANCA

Sinopse: A história de Cecil Gaines (Forest Whitaker), que foi o mordomo oficial da Casa Branca e serviu oito presidentes norte-americanos diferentes de John Kennedy à Ronald Regan. Enquanto servia na Casa Branca, seu filho rebelde travava uma luta pelo direito dos negros.

Crítica: O filme mostra a trajetória de um homem sofrido que serviu na Casa Branca oito presidentes americanos e suas famílias. Nessa trajetória mostra um pouco da história americana. A relação conflituosa  de Cecil  vivido brilhantemente pelo ator Forest Whitaker com seu filho rebelde Louie  vivido por David Oyelowo faz uma trajetória paralela. Enquanto Cecil conquista seu espaço na Casa Branca, Louie mostra a trajetória da luta entre negros e brancos em uma América racista onde a Klu Kus Klan marcou com violência sua luta contra os negros. Como resposta surgiu a reação, Os Panteras Negras. Nesse ponto de vista o filme é interessante e lembra Forest Gump por atravessar a história Americana pela jornada do Mordomo e sua família.

Lee Daniels é bandeiroso nessa questão racista e não faz nenhuma questão de esconder isso. Mesmo assim, o diretor conseguiu um filme bonito, longo e interessante. O filme tem momentos  emocionantes por conta do talento incontestável de Forest Whitaker. Ele mostra que é possível conservar um coração bom apesar de viver coisas tão ruins. Ele mostra Cecil com o olhar, com expressões delicadas, gestos simples e constrói um personagem consistente e encantador. Com isso, Forest Whitaker tem chances de ser um dos cinco indicados ao Oscar 2014.

O elenco é espetacular e é uma constelação de astros talentosos e nomes importantes em Hollywood. A caracterização dos Presidentes Americanos e suas famílias estão muito boas. 

Com alguns Presidentes Daniels não foi condecendente, como Lindon Johnson vivido por Liev Schreber que está tão bem caracterizado que leva um tempinho para reconhecer o ator. O Presidente Richard Nixon   de John Cusack também é mostrado de forma mais pejorativa, sempre bebendo e querendo tirar vantagem política das situações. Quem poderia imaginar que o ator Britânico Alan Rickman poderia interpretar um simbolo americano, o presidente cowboy Ronald Regan não só pode como estava muito bem no papel. Jane Fonda está muito bem como Nancy Reagan, assim como Ophah Whinffrey como Gloria a esposa de Cecil. Não posso deixar de mencionar o trabalho do ator britânico David Oyelowo que fez um papel marcante em sua carreira.

O filme é tecnicamente bem feito e tem sim dois lados. Não é um filme que vai agradar a todos, mas independente de gostos, uma coisa não podemos discutir, O Mordomo da Casa Branca é um filme que cumpre com sua proposta original. E o melhor ponto de todo o filme está na competência de um elenco espetacular que mostra entrosamento com o diretor.

Ficha Técnica:
Título Original: The Buttler
Título no Brasil: O Mordomo da Casa Branca
Direção: Lee Daniels
Roteiro: Danny Strong e Lee Daniels.

Elenco: Forest Whitaker, Ophah Winfrey, Cuba Gooding Jr, Lenny Kravitz,  David Oyelowo, Elijah Kelley, Colman Domingo, James Mardsen, Minka Kelly, John Cusack, Liev Schreber, Robin Williams, Liam Neeson, Alan Rickman, Jane Fonda, Terence Howard, Mariah Carey, David Banner, Alex Patyffer, Vanessa Redgrave, John P. Ferttitta, Jim Gleason, Adriene Lenox, Joe Chrest, Olívia washington, Jesse williams, Chloe Barac, Dana Gourrier, Rusty Robertson,  Neala Gordon, Pernell Walker, Shirley Pugh, Nelsan Ellis. 

Produção: Hilary Shor e Pamela Oas Williams
Fotografia: Andrew Dunn
Montador: Joe Klotz
Trilha Sonora: Rodrigo Leão
Gênero: Drama
Duração: 132 min.
Ano: 2013
País: Estados Unidos
Cor: Colorido
Distribuidora: Diamond Films
Estúdio: Laura Ziskin Productions



UMA NOITE DE CRIME

Sinopse: O governo Estados Unidos vê que suas prisões estão cheias demais para novos detentos, então criam uma nova lei permitindo todas as atividades ilegais por 12 horas. Neste período, uma família terá de se proteger de um maníaco.


Crítica por André Rossi:Imagine um futuro próximo onde fosse permitido, doze horas de liberdade total para se cometer saques, depredação e assassinatos. Em “Uma Noite de Crime” (The Purge), o ano é 2022 e os Estados Unidos da América adotaram justamente essa tática para purificar a sociedade, limpando-a da pobreza advinda de classes desprivilegiadas e claro, aliviando as psicoses pessoais dos ricos.

Em meio a absurdidade da situação, vemos a família Sadin, chefiada por James (Ethan Hawke), um bem sucedido vendedor de sistemas de segurança que garante o isolamento de residências durante essa noite fatídica, viverem momentos conturbados quando decidem acolher uma vítima do terror, em sua casa.

As interpretações são bem convincentes e o enredo conta com personagens intensos e conflitos profundos. Integra ainda, no elenco principal, a bela Lena Headway como a mãe Mary Sandin; Adelaide Kane, vivendo a adolescente problemática, Zoey; Max Burkholder, como o frágil e problemático caçula Charlie.

Em meio a todo o panorama surreal, o clima do filme é tenso, com boas doses de suspense. Porém, o interessante é reparar como essa realidade psicótica e violenta é aceita de uma forma tão natural por uma sociedade insensível, cega pela inveja, ódio e pelo crime, neste futuro alternativo. Será que caminhamos para essa conjectura? Talvez, na mente do diretor e também autor James DeMonaco, a resposta seja sim.


Ficha Técnica:
Título Original: The Purge
Título no Brasil: Uma Noite de Crime
Direção: James DeMonaco
Roteiro: James DeMonaco

Elenco: Ethan Hawke, Lena Headey,

Adelaide Kane, Alicia Vela-Bailey, Arija Bareikis, Chris Mulkey, Dana Bunch, Edwin Hodge, Ethan Hawke, John Weselcouch, Lena Headey, Max Burkholder, Peter Gvozdas, Rhys Wakefield, Tisha French, Tom Yi, Tony Oller

Produção: Andrew Form, Bradley Fuller, Jason Blum, Michael Bay, Sebastien Lemercier
Fotografia: Jacques Jouffret
Montador: Peter Gvozdas
Trilha Sonora: Nathan Whitehead
Gênero: Terror
Duração: 85 min.
Ano: 2013
País: Estados Unidos
Cor: Colorido
Distribuidora: Universal Pictures
Estúdio: Blumhouse Productions / Platinum Dunes / Universal Pictures / Why Not Productions




Nenhum comentário:

Postar um comentário